sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Disputa com os EUA, negócios com a Europa


Acerta o governo ao pedir a abertura de painel com comitê de arbitragem na Organização Mundial do Comércio (OMC) para verificar se a nova lei agrícola dos Estados Unidos (Farm Bill) contempla subsídios aos produtores locais de algodão. Aprovada há duas semanas pelo Congresso norte-americano, a lei institui seguro agrícola para cobrir perdas provocadas por oscilações de preços e problemas climáticos. A alteração na política de proteção aos produtores de algodão dos EUA ocorre em momento crítico nas relações com o Brasil, que, desde 2009, tem autorização que envolve subsídios aos mesmos produtores. A retaliação foi evitada porque o Brasil aceitou substituí-la pelo pagamento de US$ 147 milhões por ano aos produtores brasileiros. Mas esse acordo foi quebrado em outubro, quando o governo de Washington suspendeu os pagamentos, alegando problemas orçamentários. Aguardando solução, o Brasil foi surpreendido pela nova legislação, movida pelo poder eleitoral dos agricultores americanos. O presidente Barack Obama não tem poder para revogar a lei nem votos no Congresso para derrubá-la. Mas a iniciativa brasileira de protestar e levar o assunto à OMC segue o rito das negociações e contendas do comércio internacional. O momento é adequado. A presidente Dilma Rousseff está cumprindo intensa agenda de contatos na Europa e participa hoje de cúpula de entendimentos que prepara a apresentação de propostas do Mercosul à União Europeia (UE) para a formatação de sonhado acordo bilateral de comércio entre os dois blocos. Dilma havia se irritado com a decisão da UE de questionar na OMC a política brasileira de incentivos à produção na Zona Franca de Manaus, bem como a crescente reação protecionista do país que, em 2013, abriu 39 processos antidumping. Ela chegou a cancelar a viagem à Europa, mas, felizmente, foi convencida por empresários a mudar de ideia. Ainda bem. As relações comerciais entre grandes parceiros internacionais costumam evoluir acima de contendas localizadas e os mecanismos de queixas existem para ser usados. É o caso da OMC, que o Brasil ajudou a criar e, recentemente, a salvar do esvaziamento. Tanto é assim que, apesar de fazer a acusação contra o Brasil, a UE não alterou o propósito de avançar na construção do acordo com o Mercosul, que pode criar mercado livre de 750 milhões de pessoas e comércio de US$ 130 bilhões por ano. Ao apresentar queixa contra os Estados Unidos e ao aceitar debater a reclamação dos europeus, o Brasil retoma a tradição de maturidade diplomática, não se movendo pela irritação e tampouco deixando de reagir para defender seus interesses.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

O que acontece por aí...

Omar Aziz, vice-governador José Melo e prefeito Arthur Neto, prestigiam a primeira reunião de 2014 da Fieam

Desembargador Ari Moutinho, vice-governador José Melo, Antonio Silva, presidente da Fieam, governado Omar Aziz, primeira-dama Nejmi Jomaa Aziz e o prefeito Artur Neto, presenças maiúsculas na primeira reunião de 2014 da Fieam. O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Antonio Silva, coordenou a primeira Reunião Ordinária da Fieam do ano com presença do governador do Estado, Omar Aziz e do vice-governador José Melo. O início das atividades, que envolvem a defesa dos interesses do Polo Industrial de Manaus (PIM) e do segmento econômico ligado à produção industrial do Amazonas, ocorreu no Auditório do Sesi, Gilberto Mendes Azevedo, localizado na Avenida Joaquim Nabuco, Centro. A diretoria da entidade, formada pelos presidentes dos Sindicatos Patronais, participou da abertura dos trabalhos da entidade que também contou com a presença de representantes do comércio, serviços e agrário. Na ocasião o governador Omar Aziz recebe uma placa em homenagem a sua avaliação como melhor Governador do Brasil. Merecido!

Sindilegis vai ao STF exigindo retorno dos salários cortados em 24h

Em petição, Sindicato pede que STF determine que liminar seja cumprida imediatamente pela Mesa Diretora do Senado

O Sindilegis apresentou, nesta segunda-feira (24), petição no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que seja determinado o cumprimento, no prazo de 24 horas, da liminar, que decidiu o retorno das verbas cortadas dos servidores sem o contraditório. A petição foi apresentada após a Presidência do Senado recorrer da decisão do  Ministro Marco Aurélio Mello, alegando que a ação não deveria ter sido proposta  contra as Mesas Diretoras das duas Casas Legislativas, mas contra o Tribunal de Contas da União, que recomendou o corte nos salários. No documento o Sindilegis aponta que o recurso interposto pela Mesa do Senado Federal é manifestadamente incabível e alega que a ação não questiona o acórdão do TCU, mas a forma como a Mesa Diretora do Senado entendeu por cumpri-lo. O Sindilegis pede o imediato cumprimento da decisão do STF. "Com efeito, a decisão concessiva da medida de urgência não comporta nenhuma interpretação que não seja a de que os valores devem voltar aos contracheques, de acordo com o que fez a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados". O Sindilegis também pede a expedição de mandado de prisão contra a autoridade coatora, sob alegação de descumprimento da ordem judicial, delito previsto no artigo 330 do Código Penal.

Confira aqui a petição na íntegra. 

Calma, Murici

Como bom motivador, o técnico Muricy resolveu brincar e provocar o jogador Ganso, a seu ver, produzindo pouco em campo. Muricy disse que quando foi jogador do São Paulo jogava mais do que Ganso. Meu receio é Muricy ficar empolgado nos blagues com Ganso e dizer que jogava mais do que Gerson, cerebral armador que foi bi-campeão pelo São Paulo.

Farinha do mesmo saco

Seguramente mestre Chico Anisio treme no túmulo, ao saber que os atuais humoristas brasileiros são farinha do mesmo saco. Dificil saber qual é o mais sem graça. Embora todos se achem o máximo. Fiz uma lista e dela não aproveito nenhum. Rafinha Bastos, Danilo Gentili, Gregorio Duvivier, e Marcelo Adnet. Tenebrosos e melancólicos.

O inconformado Juca


Juca Kfoury não se conforma. Delira, sua frio e morde os lábios  de raiva, porque José Maria Marin seguramente estará na linha de frente, em lugar destacado, como merece, na abertura da copa do mundo, em São Paulo. Kfoury precisa entender que o mundo é dos vencedores.

Greve na Suframa pode fazer parar linhas de produção no AM, diz Cieam

Paralisação impede liberação de importados na capital, afirma federação.

Em greve há seis dias, funcionários reivindicam aumento salarial

Por Diego Toledano

A greve de servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) ameaça o Polo Industrial de Manaus (PIM), segundo o presidente do Centro das Indústrias do Amazonas (Cieam), Wilson Périco. Ele afirmou que, caso a situação não seja solucionada, as linhas de produção serão paralisadas nesta semana. Há seis dias em greve, mais de 410 funcionários reivindicam aumento salarial, além de melhorias na infraestrutura das sedes. Ao G1, Périco afirmou que os impactos da greve sobre o mercado não afetam o preço dos produtos, mas o estoque. 

Servidores da Suframa querem melhorias salariais
(Foto: Jamile Alves/G1 AM)

"O consumidor, por enquanto, sente o impacto do comércio. Os produtos importados não conseguem ser liberados por conta da paralisação das atividades dos funcionários da Suframa", disse. Na avaliação do presidente da Cieam, a falta de trabalhadores para a liberação de importações afetará a produção local em breve. Segundo ele, pode chegar o momento em que o consumidor não encontrará alguns produtos. "O que é produzido em Manaus não vai ser feito, porque depende de peças importadas e, se não são liberadas, não tem como finalizar o produto", explicou. (...)


Leia mais da reportagem do G1, clicando aqui.

UnB, zona liberada para irresponsáveis


Alunos e até professores bradam o pretexto surrado da autonomia universitária contra a entrada da polícia no campus da UnB apenas para continuar queimando sua maconha em paz... E que se dane toda a comunidade universitária respeitadora da lei e amiga da ordem, às voltas com uma escalada de assaltos e estupros!...

Ana Amélia critica corte no Orçamento


O corte de R$ 44 bilhões do orçamento deste ano para destinar esse valor ao pagamento dos juros da dívida pública, anunciado pelo governo quinta-feira, foi criticado pela senadora Ana Amélia (PP-RS). Na opinião da parlamentar, a decisão significa menos investimentos em setores importantes para o cidadão, como saúde, transporte, educação e infra-estrutura. Mesmo que o governo tenha anunciado, na mesma ocasião, a destinação de R$ 1 bilhão aos municípios, Ana Amélia lembrou que esse valor não cobre as perdas que os prefeitos tiveram nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) por causa de desonerações. A senadora ainda defendeu a aprovação de proposta de sua autoria que muda a Constituição para aumentar o montante destinado ao FPM (PEC 39/2013). Ela também pediu que o Senado vote logo o projeto que define um novo índice de correção das dívidas dos estados e municípios (PLC 99/2013). Tudo isso, observou a senadora, amenizaria a distribuição desigual do dinheiro arrecadado entre os entes federativos. Atualmente, a União fica com 60%, os estados, com 25%, e os municípios, com apenas 15%, disse. - Se o governo não se empenhar para que a base aliada aprove nesta casa propostas legislativas que melhorem as desequilibrada relação entre união, estados e municípios, corremos infelizmente o risco de ter um 2014 problemático. O impacto dos "apagões" de energia elétrica na atividade agropecuária e as soluções para o problema será tema de audiência pública na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado (CRA). A reunião será na próxima quinta-feira (27). A audiência, requerida pela senadora Ana Amélia (PP-RS), deve ter a presença de representantes do Ministério de Minas e Energia, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), da Confederação Nacional das Cooperativas de Infraestrutura, entre outros órgãos do setor. Para a senadora, esse é um problema recorrente que está prejudicando a atividade agrícola. 
- Nós temos tido uma frequência muito significativa de apagões e isso provoca um prejuízo porque queimam os transformadores nas propriedades. A restauração recupera esse equipamento, mas a qualidade da operacionalização cai. E aí prejudica todo o sistema - justificou.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Deu no Facebook...


Nota de Pesar

Venho expor meus sentimentos à Família Faria pelo falecimento da matriarca Maria Ângela Faria, ocorrido hoje em Parintins (AM). Maria Ângela, 91 anos, mãe do nosso companheiro Zezinho Faria e outros quatro filhos (Omir, Graça, Antônio e Paulinho), era um símbolo de Parintins, do Festival e reconhecida como “eterna madrinha” do Garantido. Que a Família tenha o conforto Divino!

Fernando Collor defende tratamento igualitário a produtores rurais endividados


O senador Fernando Collor (PTB-AL) disse, em discurso nesta segunda-feira (17), que todos os produtores rurais devem ser beneficiados pelas regras mais favoráveis de renegociação das dívidas previstas na Lei 12.844, de 2013. Essa lei concede benefícios para repactuação de empréstimos feitos até 2006 por produtores de municípios do semiárido nordestino que decretaram estado de calamidade ou de emergência entre 2011 e 2012. O problema, segundo o senador, é que isso deixou de fora muitos produtores rurais que também não estão podendo pagar suas dívidas. Ele disse que só em Alagoas, 42 dos 102 municípios não são beneficiadas pela Lei 12.844; na Bahia, o número chega a 112 municípios. Fernando Collor informou que, por causa disso, 10 mil produtores do setor canavieiro alagoano, que perderam a safra por causa da seca, agora também estão perdendo seus bens, inclusive terras e casas, por que as dívidas estão sendo executadas. Para corrigir situações como essa, o senador só vê uma saída:
- Isso se dará somente com a extensão dos benefícios da Lei 12.844 a todos os produtores rurais, independentemente do estado de calamidade ou emergência declarados pelos municípios. Se a lei impõe restrições, que sejam cumpridas em sua totalidade. Contudo, se a lei permite exceções ou interpretações diversas, que sejam elas também aplicadas a todos os estados envolvidos - afirmou o senador.

Agência Senado
Leia o discurso completo, clicando aqui. Ou confira o vídeo a seguir.


video

STF decide que Câmara e Senado devem suspender a aplicação dos efeitos do Acórdão do TCU sobre salários

O Sindilegis conquistou uma importante batalha e garantiu o direito de defesa dos filiados da Câmara dos Deputados e do Senado Federal que tiveram cortes em seus contracheques. O Ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio de Mello, concedeu liminar ao Sindicato, nesta segunda-feira (17), depois de analisar mandado de segurança (nº 32761) impetrado no início do mês. A liminar suspende os efeitos dos atos das Mesas Diretoras, que determinaram a aplicação do teto constitucional remuneratório à categoria recomendada pelo TCU. De acordo com o Ministro Relator, as Casas não intimaram os servidores para se manifestarem e apresentarem defesa, de modo a estabelecer o contraditório. A diminuição dos vencimentos imposta pelas Mesas Diretoras geraram consequências drásticas na vida dos servidores. O presidente do Sindilegis, Nilton Paixão, afirma que o deferimento da liminar é apenas um passo sobre a discussão do teto remuneratório. "Vencemos apenas uma batalha. O STF ainda analisará o mérito da liminar. É importante frisar que, além das disputas judiciais, o Sindicato quer ampliar o debate sobre a regulação do teto remuneratório no país. Por que somente os servidores do Legislativo são penalizados, sendo que juízes e membros do Ministério Público, parlamentares e ministros não são afetados com a medida?”, refletiu. Para o presidente do Sindilegis, "a decisão do STF não é a favor nem contra a aplicação do teto. Ela apenas garante que os servidores possam ser ouvidos, o que não aconteceu até agora. É preciso ressaltar ainda que, como a lei sobre o teto não foi aprovada pelo Congresso nacional, a Constituição Federal tem sido aplicada (por interpretação) de acordo com as circunstâncias e conveniências. Servidor do Congresso não pode receber acima do teto, mas Senadores, Ministros do TCU, Juízes e membros do MP podem, por quê? Porque falta regulamentação”. "Somos favoráveis que a lei seja debatida, que regulamente o teto e seja aplicada em todos os Poderes. Ou a lei vale para todos ou não vale para ninguém”, arremata Paixão. O Sindilegis permanecerá atuante na valorização do servidor público e apoia a existência de uma lei reguladora que defenda amplo direito de igualdade entre os três Poderes, tornando assim legais os valores pagos pela Administração Pública.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Senador que mais poupou dinheiro público com passagens no Brasil foi Sarney

Por Said Barbosa Dib*

No dia 19/02/2014, num domingo, em matéria da jornalista Maria Lima, do “O Globo”, João Alberto Capiberibe, que não ocupa cargos importantes nas comissões ou nas lideranças do Senado, que não tem força política nas bases do governo federal, que não tem mesmo o que fazer em Brasília, criticou a constância com que o senador Sarney, ex-presidente do Senado por quatro vezes, ia ao Amapá, seu endereço eleitoral. Hoje, ficamos sabendo o motivo do Capiroto gostar tanto de ir ao Amapá, quando deveria estar em Brasília trabalhando pelo estado. Segundo outra matéria do “O Globo”, nos últimos 12 meses, os 81 senadores em exercício solicitaram o reembolso de R$ 21,5 milhões referentes às chamadas verbas indenizatórias - cota no valor de R$ 15 mil para uso em despesas relacionadas à atividade parlamentar, além da verba mensal de cinco passagens aéreas de ida e volta, cujo valor varia de acordo com o estado de representação do senador - e de verbas para uso de gráfica, correios, telefone e carro oficial. Veja abaixo o ranking com os gastos de todos os senadores e consulte a evolução individual de despesas no período entre agosto de 2012 e julho de 2013. As bases de dados completas e de outros períodos podem ser baixadas no site do Senado, uma ferramenta surgida durante uma das presidências de Sarney naquela Casa. O senador que mais poupou dinheiro público com passagens no Brasil foi Sarney, que no período gastou apenas R$16.160,00 (dezesseis mil, cento e sessenta reais). E o campeão da gastança foi justamente João Capiberibe. Entre os 81 senadores da Federação, como mostra a lista do O Globo, Capi foi ressarcido pelos cofres públicos com a “bagatela” de R$501.962,00 (quinhentos e um mil, novecentos e sessenta e dois reais). Randolfe Rodrigues (que também não tem muito o que fazer em Brasília), que também andou dando seus pitacos contra Sarney, aparece em nono lugar, tendo sido indenizado em R$395.790,95 (trezentos e noventa e cinco mil, setecentos e noventa reais e noventa e cinco centavos). Confira os gráficos a seguir comparando os três senadores do Amapá, clicando nas imagens.

Sarney




Capiberibe


Randolfe



O que acontece por aí...

Presidente Dilma Rousseff inaugura hoje a 2ª etapa do Residencial Viver Melhor e visita Arena da Amazônia

O vice-governador José Melo, o governador Omar Aziz e primeira-dama Nejmi Jomaa Aziz fazendo as devidas honras na chegada da presidente Dilma Rousseff que veio a Manaus Residencial Viver Melhor, o maior conjunto habitacional do Brasil (Alex Pazuello) Em sua primeira visita neste ano a Manaus, a presidente Dilma Rousseff desembarcou ontem por volta de 20h40, horário local, no Hangar do Governo. A mandatária brasileira foi recebida pelo governador Omar Aziz, primeira-dama do Estado, Nejmi Jomaa Aziz, vice-governador José Melo, prefeito de Manaus, Arthur Neto, pelo senador Alfredo Nascimento. Acompanhando a presidente do Brasil; os senadores Eduardo Braga e Vanessa Grazziotin, além de ministros e outras autoridades federais. Após a recepção, a comitiva presidencial seguiu para o Tropical Ecoresort, onde foi oferecido pelo Governo do Amazonas um jantar de boas-vindas. O governador Omar Aziz e a presidente Dilma Rousseff inauguram nesta sexta-feira, às 9h30, a segunda etapa do Residencial Viver Melhor, considerado o maior conjunto habitacional do Brasil na faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida destinada a famílias com renda de até R$ 1.600. São 5.384 moradias, entre casas e apartamentos, que somados a outras 3.511 da primeira etapa, entregues em dezembro de 2012, completam 8.895 unidades habitacionais. Também está prevista na agenda da presidenta uma vistoria às obras da Arena Amazônia Vivaldo Lima, o que deverá ocorrer no início da tarde desta sexta-feira.
http://pedrinhoaguiar.wordpress.com/

Maria Paula torce contra o hexa

Os pessimistas de plantão não sossegam. Merecem o troféu da amargura, da má-vontade e da falta do que fazer. A cronista Maria Paula parece querer ser a porta-estandarte do timeco que torce pelo fracasso da copa do mundo no Brasil. Maria Paula, que se acha engraçadíssima, debocha da FIFA, de Blatter e de Dilma, torcendo, em tom de amargura, para que Dilma volte a ser vaiada, como foi na Copa das Confederações. Coisa mais feia, titia.

Aprovado projeto de Alfredo Nascimento que tipifica como crime hediondo a exploração sexual de menor

Aprovado por unanimidade na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania ,na manhã de hoje,  o projeto do senador Alfredo Nascimento que inclui na Lei de Crimes Hediondos (Lei 8.072/1990) a exploração sexual de criança, adolescente ou vulnerável. O objetivo do projeto (PLS 243/2010) é punir severamente o crime, aumentando o prazo mínimo para a concessão de benefícios legais, como o livramento condicional e a progressão de regimes, e impossibilitando fiança e anistia.
Segundo Alfredo Nascimento, “poucos comportamentos suscitam tanto repúdio social, sobretudo quando resulta em atentado à liberdade sexual e se revela como a face mais nefasta da pedofilia. Eu, como pai e avô, estou convencido de que o crime de exploração sexual de crianças ou adolescentes, pela repulsa que desperta no meio social, precisa ser tipificado como crime hediondo”. Para o senador Magno Malta relator do projeto na comissão, “o projeto de Nascimento é digno de todos os elogias, afinal, a limitação da legislação brasileira tem sido um dos obstáculos para punir, adequadamente os agentes de exploração sexual de crianças e adolescentes”.
  Somente o Disque 100 da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República registrou, de maio de 2003, quando foi criado, a abril de 2010, mais de 120 mil denúncias desse tipo de exploração. Agora o projeto segue para apreciação da Câmara dos Deputados.

Quem financia assassinos e vândalos?

Já imaginava que as arruaças e vandalismos promovidas por marginais  têm, no fundo, o objetivo de desestabilizar o governo e desmoralizar as instituições. Agora é preciso que se apure, com urgência e firmeza, declarações do irresponsável que matou o cinegrafista com um rojão, de que costuma receber dinheiro para promover badernas nas manifestações de ruas. A afirmação é grave e preocupante. Quais são as pessoas e organizações que pagam desocupados e patifes para destruir o patrimônio público e privado? A meu ver, são   figuras tão ou mais canalhas e covardes quanto os ordinários que fazem confusão nas ruas, causando pãnico, ferindo e matando cidadãos de bem.

Europeus burros contra a zona franca

Europeu também é burro, mal intencionado e pessimamente informado. A noticia é tão imbecil, maluca e sem pé nem cabeça, que não merecia uma virgula. O melhor destino para mais uma cretinice contra a zona franca de Manaus é a lata do lixo. Meu tempo é precioso para perder com sandices. Custa a crer que a União Européia saia de seus afazeres para cuidar de tema mesquinho como o propagado via online: acabar com as zonas francas brasileiras que zelam pelo desenvolvimento não apenas da região Norte, mas de todo o imenso Brasil. Essa turba ignara de beócios deveria vir ver e constatar de perto a importância real, legitima e incontestável da zona franca de Manaus. Governos e empresários não brincam com(na) a zona franca. Tudo é trabalho. é geração de empregos.   É dividendos para o Brasil. Seguramente o governo Dilma, o governo do Amazonas, empresários e políticos, vão repudiar, energicamente, mais essa vil, covarde e estúpida intimidação e agressão contra o modelo econômico vitorioso, zona franca de Manaus.

Saudável avanço

Um dia o Brasil terá que evoluir. Parece que chegou bom momento. Fora com calhordas, hipócritas, oportunistas, incompetentes e demagogos. Nesta linha, creio que foi saudável avanço nenhum magistrado vir a público tentar relaxar as prisões temporárias dos dois crápulas envolvidos no assassinato do cinegrafista Santiago Andrade. Não sobrou espaço nem para o senador Eduardo Suplicy sair das trevas dos holofotes fáceis para defender os irresponsáveis do black blocs.

O bom cantor e excelente cidadão Agnaldo Timóteo

Marcante presença do cantor Agnaldo Timóteo na TV Record. Realmente a matéria com Timóteo tornou mais ainda o domingo espetacular da emissora. Agnaldo é artista consagrado que tem luz própria. Canta como poucos. Como cidadão, não se omite. Manifesta suas opiniões com clareza e firmeza. Jamais faz média com ninguém. Virtudes que também fazem Agnaldo Timóteo ser diferente da maioria dos artistas brasileiros.

Canalhas contra a Zona Franca

É estarrecedor o cinismo dos canalhas que trabalham contra a prorrogação da Zona Franca por mais 50 anos, com é desejo da presidenta Dilma. O mais novo sabujo da tucanada chama-se Carlos Sampaio, deputado por São Paulo. Detalhe: o calhordão é coordenador jurídico da campanha de Aécio Neves. E não é Aécio que tem declarado amor profundo pela Zona Franca De Manaus? Sabemos que geralmente o jogo político é rasteiro e imundo. Mas até mesmo a imundice precisa ter limites. Fica constrangedor para o prefeito Arthur Virgilio ter que conviver com jogadas torpes e rasteiras de parlamentares do PSDB. Logo Arthur que não admite e nunca permitiu, que correligionários seus do PSDB insultem e bombardeiem o modelo vitorioso zona franca de Manaus. Dilma precisa impor sua autoridade junto a base governista no congresso, para que a PEC seja votada e aprovada. O ano é de eleições gerais. Os abutres e pingentes querem tirar lasquinha do sucesso da zona franca para fazer média em São Paulo e arredores. Deputados, senadores, empresários e o governador do Amazonas, por sua vez, não podem arrefecer o ânimo. É necessário continuar na cruzada pela vitória, dentro e fora de Manaus, enfrentando com firmeza o arsenal de leviandades e terrorismo contra a zona franca.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Leis duras para colocar bandidos e arruaceiros na cadeia


É a velha, cretina, hipócrita e incompetente mania brasileira: corta-se o mal pela raiz tarde demais. Depois que a tragédia acontece, adotam-se as providências. Nesta linha, é estarrecedor, precisou ser assassinado um cinegrafista,humilhando o Brasil aos olhos do mundo, para que as tais forças vivas da nação saíssem da letargia em busca de medidas concretas, através de leis duras que realmente punam malfeitores e irresponsáveis. Antes tarde do que nunca. Paradoxalmente o clima pesado, de indignação que tomou conta das famílias e dos cidadãos de bem, é bom pretexto e excelente inspiração para que,  sob o comando de Dilma, o Congresso Nacional saiba impor sua autoridade e aprove medidas severas que realmente coloque bandidos e arruaceiros na cadeia por longo tempo. Basta de benevolễncia com vândalos e patifes. Caso contrário, a resposta da população será avassaladora nas urnas.

Dois irresponsáveis e assassinos


A meu ver são dois patifes e irresponsáveis que têm tudo em comum: o que deu o rojão e o que jogou o artefato que matou o cinegrafista na manifestação de rua no Rio de Janeiro. Diante das leis frouxas que deixam homens de bem a mercê de bandidos, a nação inteira já sabe o que acontecerá com a dupla de ordinários que causou a morte do profissional da imprensa: ficarão presos por alguns dias, responderão o processo em liberdade e os advogados jurarão que seus clientes crápulas estão arrependidos. São nestas horas que tenho vergonha de ser brasileiro.

1.113 municípios vão receber profissionais do Mais Médicos pela primeira vez

Os 2.890 profissionais da 3ª etapa do Mais Médicos vão garantir a cobertura de 100% dos municípios localizados nas áreas mais críticas do país, como o Vale do Jequitinhonha, o Vale do Ribeira e o Semiárido nordestino. Os profissionais vão ser distribuídos em 1.575 municípios e 28 Distritos Sanitários Especiais Indígenas. “Serão 1.113 municípios que receberão pela primeira vez profissionais do Mais Médicos”, afirmou o ministro da Saúde, Arthur Chioro, durante entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (11). No total, 4.040 municípios solicitaram participação no Mais Médicos e 72,5% já foram atendidos. O Mais Médicos deve atingir um total de 45,5 milhões de pessoas cobertas pelo programa até o final de abril deste ano. De acordo com balanço geral do Ministério da Saúde, o número de médicos no programa passará de 6.658 para 9.548 com os profissionais da 3ª etapa, que contou com 2 mil médicos cubanos, 422 brasileiros e 468 médicos de outras nacionalidades. Os dois mil médicos cubanos desembarcam em Brasília, Fortaleza e São Paulo, onde cursam o módulo de acolhimento e avaliação do programa. A previsão é que esses profissionais comecem a atuar nos municípios em março, junto com os demais estrangeiros participantes do terceiro ciclo. A aprovação no módulo é obrigatória para receber o registro que autoriza a atuação no Brasil durante o programa.


segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Vanessa destaca desafio de manter avanços sociais

A nova líder do PCdoB no Senado, senadora Vanessa Grazziotin (AM), lembrou que os parlamentares tem um grande desafio neste ano, em que o país sediará a Copa do Mundo e terá eleições para presidente, governadores, deputados e senadores.Ela disse que o Senado exercerá um papel importante na promoção de políticas sociais e alertou que os parlamentares devem continuar lutando pela redução da pobreza extrema; pela manutenção do aumento real do salário mínimo; pela redução do déficit habitacional; e por melhor atendimento médico para a população.Vanessa Grazziotin disse ainda que seu partido tem orgulho de participar de um governo que promoveu muitos avanços no país nos últimos anos.
- Lutaremos para que o Brasil continue avançando. Lutaremos, por exemplo, para que o Sistema Único de Saúde amplie o atendimento médico de qualidade para todos os brasileiros, recuperando sua missão e sua finalidade. Vamos avançar mais ainda no Programa Mais Médicos, levar esse atendimento a camadas mais necessitadas da população.

Agência Senado

O que acontece por aí...


Jadson e Pato

Ao contrário de alguns açodados e sabidões analistas, que nunca jogaram nem pedra em mangueira, creio que foi excelente, tanto para o Corinthians como para o São Paulo, a troca envolvendo os jogadores Pato e Jadson. Ambos são excelentes jogadores. Pato voltará a marcar gols e Jadson vai comandar o meio-de-campo do timão. Tem horas que é preciso mudar de ares. Com atletas não é diferente.

Bandeira de Mello: ato de Gilmar é "escandaloso"

Sou completamente apartidário, mas defendo até a morte o direito do contraditório. O debate além de fortalecer a democracia também serve para esclarecer fatos nebulosos ou escamoteados pelo cinismo e pela hipocrisia. O importante é que a verdade prevaleça. Doa a quem doer. A verdade, como a notícia, não tem dono. Santos? Pois sim. Só conheço aqueles das Igrejas. Embora alguns façam uma força danada para parecer que são.

Marginais prejudicam os protestos

Mais uma vez, já tornou-se insuportável, patifes e canalhas tumultuam as manifestações nas ruas. Passou da hora de dá um basta nessa corja de covardões. Maus brasileiros que prejudicam os saudáveis protestos populares. Agora, a maior vítima foi um cinegrafista da TV Bandeirantes. Com o lamentável episódio constatou-se novamente que um dos objetivos dos facínoras é tentar jogar a opinião pública e a imprensa contra as forças de segurança. Quebraram as fuças. Ficou exaustivamente provado que o artefato que atingiu o cinegrafista não pertence aos policiais. Seguramente as autoridades encontrarão o ordinário autor da covarde ação. Cidadãos de bem repudiam energicamente atitudes que prejudicam a democracia e perturbam a ordem pública. Aqueles que não honram as calças que vestem precisam que ser presos e punidos exemplarmente com todo o rigor da lei.

Criticas levianas não abalam Havelange

Repudio, energicamente, as acusações levianas, injustas e torpes do colunista Juca Kfoury   (Histórias da Copa do dia 8) contra João Havelange, brasileiro que uniu povos e nações pelo futebol. Com Havelange presidente da então CBD, o Brasil conquistou os títulos mundiais de 58, 62 e 70. A contribuição de Havelange como presidente de Honra e Fifa e membro decano do Comitê Olímpico Internacional foi valiosa e fundamental para o Brasil merecer o direito de sediar a Copa de 2014 e as olimpíadas de 2016.

PIM fecha 2013 com R$ 83,28 bi de faturamento

As empresas  do Polo Industrial de Manaus (PIM) fecharam o ano de 2013 com faturamento acumulado de R$ 83,28 bilhões, o maior da história em moeda nacional. O montante é 13,31% superior ao faturamento de 2012 (R$ 73,50 bi). Em dólar, o faturamento foi de US$ 38.53 bilhões, um crescimento de 2,63% em comparação ao ano anterior. Entre os segmentos, os destaques do ano foram os Bens de Informática, que devido ao crescimento de 51,26% aumentaram sua participação no faturamento do modelo de 11,76% (em 2012) para 15,70% (2013). Depois de um período difícil em 2012, no ano passado o setor de Duas Rodas também voltou a crescer: 2,83%. Quanto à mão de obra, 2013 encerrou com saldo de 6.801 novas vagas criadas, com 56.814 admissões e 50.013 demissões. Em dezembro, as indústrias do PIM empregaram 125.565 trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados. Tal número representa crescimento de 5,72% em relação a 2012, quando havia 118.771 vagas ocupadas. Nos doze meses de 2013, a média de empregos ficou em 121.249 postos. “Os números são muito bons, mesmo levando-se em consideração o momento de recuperação do setor de Duas Rodas. Fechamos 2013 com saldo de empregos e faturamento acima da nossa expectativa de R$ 80 bilhões”, disse o superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira.

Segmentos

Além de Bens de Informática, cresceram acima de dois dígitos os setores Eletrônico (10,11%); Termoplástico (16,38%); Mecânico (19,61%); Produtos Alimentícios (42,60%); Têxtil (66,92%); Beneficiamento de Borracha (150,03%); Brinquedos (29,33%); Isqueiros, Canetas e Barbeadores Descartáveis (10,37%); e Naval (42,04%).

Produtos

Entre os produtos, destaque para tablets e condicionadores de ar tipo split. Foram produzidas 2.404.672 unidades de tablets no ano passado, número mais de 1.000% acima da produção de 2012. Quanto aos splits, o crescimento na produção foi de 88,74%, com 3.474.552 unidades. Também aumentou a produção dos condicionadores do tipo janela (ou de parede corpo único), que teve incremento de 52,73% (719.997 unidades). Outros itens que se sobressaíram superarando as marcas de 2012 foram: televisor de plasma (117,20%); videogame (92,92%); microcomputador portátil (51,95%); aparelho portátil de gravação de áudio – tipo mp3, mp4 – (34,91%); lâminas e cartuchos (30,41%); monitores com tela para uso em informática (26,83%), aparelho telefônico inclusive porteiro eletrônico (16,19%); forno micro-ondas (10,47%); microcomputador desktop (24,05%); e blu-ray (358,42%).

Perspectiva

Para Thomaz Nogueira, apesar da queda de empregos sazonal, que costuma ocorrer nos primeiros três meses do ano, o primeiro semestre de 2014 deve manter os números positivos. “A Copa do Mundo impacta favoravelmente nos níveis de produção do nosso segmento eletroeletrônico, então temos a expectativa de um primeiro semestre muito forte. Isso, associado ao potencial aumento do mercado interno e da capacidade de compra do consumidor, só irá nos ajudar a crescer”, destacou.

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Poesia


O amor realmente é lindo


A trajetória de FHC é  palmilhada por amores. Belo exemplo de quem realmente nasceu para amar o próximo. Sobretudo as mulheres. Agora, com o vistoso fardão de imortal, FHC faz  questão de viver a vida ainda com maior intensidade. A maioria dos homens gostaria de viver o papel do amoroso FHC.  Nesta linha, lamentei que a longa matéria da Folha de São Paulo(Poder do dia 6), anunciando para o mundo a união estável do atleta do amor, FHC com a jovem Patrícia, tenha omitido o filho que FHC tem com a jornalista Miriam Dutra. Fato que na época desagradou muito dona Rute Cardoso. Aliás, raros sabem onde andam e o que fazem da vida , a ex-repórter da Globo e o filho, salvo engano chamado Rafael, seguramente já um rapagão. Fernanda Lima deveria convidar FHC para ir ao programa "Amor e Sexo". O ibope ultrapassaria o Cristo Redentor.

Dilma detalha preparação brasileira para a Copa


Em Mensagem ao Congresso Nacional, na sessão solene que abriu os trabalhos do Legislativo em 2014, a presidenta Dilma Rousseff lembrou o sucesso do Brasil na realização de dois grandes eventos internacionais em 2013 – a Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 e a Jornada Mundial da Juventude -, além de detalhar a preparação do país para a Copa do Mundo de 2014. Foram experiências importantes, cujo sucesso nos habilita a afirmar que a Copa do Mundo da FIFA 2014 será a ‘Copa das Copas’, disse a presidenta. A Copa é o maior evento esportivo do planeta em 2014 e fortalecerá o Brasil como destino turístico. É uma das maiores oportunidades que teremos para mostrar nossa cultura, nossa hospitalidade, nossa alegria, nossas belezas naturais e nosso povo. O Brasil, que sempre foi muito bem acolhido em todas as competições esportivas, saberá agora aproveitar suas realizações e potencialidades para realizar uma grande Copa, demonstrando talento, eficiência e capacidade de fazer, afirmou Dilma ao destacar o crescimento na área turística e ressaltar sua confiança na realização do Mundial. No texto, a presidenta enumera os investimentos nas áreas prioritárias para a Copa e ressalta os legados econômico, urbano, esportivo, de infraestrutura, de direitos de cidadania, educacional, sociocultural e ambiental que ficarão para o país após o Mundial. O Governo Federal deu continuidade, em 2013, aos investimentos públicos que viabilizarão a infraestrutura, serviços e operações essenciais para a realização da Copa, referentes aos três ciclos de planejamento das ações prioritárias para o evento, incorporadas à Matriz de Responsabilidades dos governos federal, estadual e municipal, disse.

Turismo

A realização de grandes eventos aqueceu o turismo no País em 2013 e a expectativa é que os eventos de 2014 e de 2016 mantenham essa tendência. Em novembro de 2013, as receitas (gastos dos turistas estrangeiros no Brasil) chegaram a US$ 6,13 bilhões e as despesas (gastos dos turistas brasileiros no exterior) a US$ 23,12 bilhões. O emprego no setor continuou em alta, o estoque total chegou a 3.071.830 empregos formais, em novembro de 2013, um crescimento próximo a 4,3%, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Expressivas cifras vêm se desenhando no setor, tendo em vista a Copa do Mundo FIFA 2014, as Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016. O Brasil terá 422 novos empreendimentos de hospedagem, com incremento de 70.531 quartos no parque hoteleiro nacional até 2016, de acordo com mapeamento realizado por empresa de consultoria de investimentos hoteleiros, BSH International. O ano de 2014, estimulado pela Copa, deverá ser o mais movimentado no segmento. A projeção é que 164 novos hotéis estarão em funcionamento no País, colocando à disposição do turista mais 28.248 novas unidades habitacionais. A previsão de novos empregados na construção de hotéis, em 2014, chega a 14 mil. De acordo com o relatório anual da International Congress & Convention Association (ICCA), divulgado em maio de 2013, o Brasil manteve a posição de 7º colocado em recebimento de eventos internacionais – sendo o único da América Latina entre os dez primeiros. Em 2012, o País recebeu 360 eventos classificados como internacionais segundo os critérios da ICCA, o que representou um crescimento de 18% em relação ao ano anterior.

Sinalização turística e acessibilidade

Foram aprovados 23 projetos para obras e serviços de sinalização turística, centros de atendimento ao turista e acessibilidade nas 12 sedes da Copa, envolvendo R$ 84 milhões em recursos orçamentários. Está prevista, para 2014, a continuidade dos investimentos prioritários nessa modalidade, bem como a realização de investimentos na melhoria de parques públicos, como forma de privilegiar o ecoturismo e o turismo de aventura.

Capacitação profissional

Foram realizadas 87.129 matrículas dos cursos ofertados pelo Pronatec Turismo para aperfeiçoar e inserir pessoas no mercado de trabalho do turismo. Desse total, 62.389 referem-se a matrículas das 12 sedes da Copa de 2014.

Percepção internacional

Em 2013, durante a Copa das Confederações, a Embratur realizou pesquisa de percepção dos estrangeiros sobre o Brasil. A maioria dos turistas, 81,2%, sentiu-se satisfeita com a estada durante o evento, e 97,1% dos entrevistados recomendariam o País para amigos e familiares. Desse universo, 55,2% acreditam que o Brasil está preparado para receber grandes eventos esportivos e 81,9% dos entrevistados pretendem voltar para a Copa do Mundo.

Especialização em saúde

A Força Nacional do SUS (FN-SUS) conta com 12.869 voluntários, sendo que 1.470 já foram capacitados para atuar em situações de desastres, desassistência, surtos epidêmicos e apoio à gestão, além de participar na organização da Rede Hospitalar de Urgência e na construção dos Planos de Contingência para preparação das 12 cidades-sede da Copa do Mundo FIFA 2014. O Ministério da Saúde, em parceria com o Hospital Sírio Libanês, está realizando a primeira fase de capacitação dos profissionais da FN-SUS, o Curso de Especialização em Gestão de Saúde Pública, para 980 voluntários, que será finalizado até junho de 2014. São 80 vagas para cada uma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo FIFA 2014. Em 2014, serão adotadas medidas com foco nos requisitos sanitários dos serviços de alimentação e de saúde oferecidos ao público, destacando-se a coordenação, apoio técnico e acompanhamento das ações de vigilância sanitária nas cidades-sede, além da capacitação intensificada dos profissionais que trabalham na detecção e resposta a eventos de interesse em saúde pública em portos, aeroportos e fronteiras.


Mobilidade urbana

O aumento na dotação dos recursos para mobilidade urbana teve início com a indicação do País como sede da Copa. As obras selecionadas encontram-se em andamento e permanecerão como legado para a população.

Belo Horizonte

Em 2013, foi concluída a primeira obra de mobilidade na cidade de Belo Horizonte – empreendimento denominado Boulevard Arrudas/Tereza Cristina – que requalificou o espaço viário com obras estruturais, viárias e urbanísticas. A cobertura do rio, com estrutura em concreto armado, além do viaduto de transposição da linha férrea, possibilitou a implantação de um sistema viário que facilitou a integração do oeste da Região Metropolitana ao Centro. Ainda em Belo Horizonte, outros quatro empreendimentos estão com execução superior a 80%, incluindo a implantação de BRTs (Bus Rapid Transits) e adequações de vias arteriais de grande capacidade e abrangência metropolitana.

Fortaleza

Um empreendimento em Fortaleza (CE), o BRT Av. Alberto Craveiro, que liga o Corredor Raul Barbosa ao estádio, ultrapassou 90% de execução. Também em Fortaleza, a implantação do BRT Av. Paulino Rocha e duas novas estações do metrô ultrapassam 55% de execução.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro (RJ), o BRT TransCarioca superou os 80% de execução e, quando concluído, irá interligar bairros do subúrbio carioca, desde a Barra da Tijuca até o aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador. Este será o primeiro corredor de alta capacidade a cortar transversalmente a cidade.

Recife

Em Recife (PE), os cinco empreendimentos previstos estão com execução superior a 60%, dos quais dois BRTs e um corredor ultrapassam 60% realizados.

Curitiba

Na cidade de Curitiba (PR) há sete empreendimentos, com destaque para o corredor ligando o aeroporto à Rodoferroviária, a modernização do sistema de controle e monitoramento de tráfego, o BRT, a requalificação do Terminal Santa Cândida e as obras nas Vias de Integração Radial Metropolitanas, para facilitar o acesso ao centro da cidade.

Cuiabá

Em Cuiabá (MT), o Corredor Mario Andreazza apresenta execução de aproximadamente 85%.

Brasília

Em Brasília (DF), as obras de ampliação das vias de acesso ao aeroporto encontram-se com 70% de execução.

Salvador

No Projeto do metrô Lapa/Pirajá de Salvador foram emitidos certificados que atestam a conclusão dos serviços previstos para o Tramo I, trecho Lapa/Acesso Norte, apto ao início da operação assistida, após a realização dos testes e ajustes dos seis trens elétricos já entregues. Prevê-se a imediata retomada da conclusão do Tramo I, com o início da operação de Lapa, possivelmente até estação Retiro no primeiro semestre de 2014, para atender a demanda da Copa do Mundo FIFA 2014.

Transmissão e 4G

Foi implantado, durante a Copa das Confederações, um backbone nacional de fibras ópticas. Mais de dois mil km de redes metropolitanas atenderam as demandas do evento, que alcançou audiência de mais de 60 milhões de telespectadores. As seis sedes foram conectadas por infraestrutura com capacidade de transmissão de dados de 30 Gbps, permitindo transmissão de imagens em altíssima definição. Essa infraestrutura permanecerá como legado para as sedes, com abrangência nos municípios localizados próximos a elas. A oferta de telefonia móvel sobre a faixa de 2,5 GHz para a utilização de tecnologias de quarta geração (4G) também entrou em operação e foi expandida para as 12 sedes da Copa. Em novembro de 2013, o serviço já estava presente em 93 Municípios, com mais de 920 mil assinantes. Para a realização da Copa do Mundo FIFA 2014, as 12 cidades-sede estarão conectadas por uma infraestrutura de telecomunicações mais complexa e robusta, que suportará a transmissão das imagens dos jogos até o ponto central da FIFA, de onde serão distribuídas para um público previsto de metade da população mundial. Os compromissos de expansão da telefonia móvel 4G permitirão a plena operação deste serviço nas 12 sedes, bem como em todas as capitais e Municípios com mais de 500 mil habitantes até maio de 2014. Destaca-se que, nos 12 estádios, haverá investimentos privados de aproximadamente R$ 200 milhões para a implantação da infraestrutura necessária aos serviços de telefonia móvel e banda larga.

Setor elétrico

Em maio de 2013 foi instituído o plano operacional com as medidas de segurança a serem adotadas para prover maior segurança elétrica às seis sedes da Copa das Confederações. Com o foco em garantir o suprimento de energia elétrica às 12 cidades-sede da Copa do Mundo FIFA 2014, o Grupo de Trabalho (GT Copa 2014) vem acompanhando as obras de transmissão e distribuição definidas. Das 142 obras de distribuição previstas para reforçar o suprimento das 12 sedes, mais de 80 foram concluídas. Até maio de 2014 está prevista a conclusão das restantes e do plano operacional com as medidas de segurança a serem adotadas pelo setor durante o evento.

Aviação civil

Coordenou-se com êxito o planejamento das ações do setor de aviação civil para a realização da Copa das Confederações e da Jornada Mundial da Juventude, eventos que trouxeram grande movimentação de aeronaves e passageiros, nacionais e internacionais, além de exigir tratamento diferenciado para os diversos tipos de clientes de cada evento. Nas duas operações, foram coordenados 32 aeroportos com a alocação de 38.095 slots (horários de voos). Os níveis de atendimento dos serviços prestados aos passageiros obtiveram melhorias no período: a média do tempo de restituição de bagagem foi reduzida em 7,5%, em comparação com o feriado de carnaval de 2013 e houve melhoria na pontualidade das chegadas. Houve redução de 14,9% para 11,9%, comparando-se junho de 2012 com junho de 2013 nos atrasos na chegada superiores a 30 minutos.

Gestão aeroportuária

Para a melhoria do desempenho da gestão aeroportuária estão sendo coletadas informações para avaliar 41 indicadores, de acordo com a percepção do passageiro em 15 aeroportos relacionados às cidades-sede da Copa do Mundo FIFA 2014. Foi publicado, no âmbito da Comissão Nacional das Autoridades Aeroportuárias (Conaero), o Manual de Planejamento do setor de aviação civil para a Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 de modo a harmonizar as ações dos agentes envolvidos nos aeroportos.

Centros de Comando e Controle

Com relação à segurança, foram empregados mais de 6.054 policiais integrantes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional de Segurança Pública, além dos policiais civis e militares dos Estados e do Distrito Federal, que somaram 40.893 na Copa das Confederações e na Jornada Mundial da Juventude. Cabe ainda ressaltar a elaboração do manual de atuação do controle de armas em grandes eventos e o cadastramento biométrico dos vigilantes que trabalharam nos estádios. Os Centros Integrados de Comando e Controle (CICCs) das 12 cidades-sede estarão em funcionamento na Copa do Mundo FIFA 2014. Com operação integrada, eles compõem o Sistema Integrado de Comando e Controle (SICC), que acompanha e coordena em tempo real os acontecimentos relativos à segurança dos jogos. O SICC permite que as decisões sejam tomadas mediante a utilização de informações centralizadas fornecidas pelos distintos órgãos envolvidos com a segurança pública.

Defesa cibernética

Em seu segundo ano de implantação, o Projeto Estratégico Defesa Cibernética, coordenado pelo Exército, destacou-se na coordenação e na integração da segurança e na defesa cibernética durante os grandes eventos. Os avanços em 2013 compreendem o início do funcionamento do simulador de operações cibernéticas; a aquisição de um computador de alto desempenho, a ser utilizado em pesquisas na área de defesa cibernética; e o Projeto de Rádio Definido por Software que contribuirá para a interoperabilidade das Forças e proporcionará um grande ganho na segurança das comunicações e nos contra-ataques de guerra eletrônica e cibernética. Em paralelo à aquisição de aeronaves, deu-se prosseguimento, em 2013, à implantação da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea de Autodefesa, bem como à ativação de unidades militares de autodefesa, além da aquisição de quatro radares antiaéreos modelo Saber M-60, havendo previsão de sua utilização na segurança de estádios durante a Copa do Mundo FIFA 2014. Em 2014, as atividades dos Centros de Inteligência Nacional e Regionais darão apoio à segurança pública e à defesa de área voltadas à realização da Copa do Mundo FIFA 2014, garantindo, ainda, celeridade ao provimento de informações ao credenciamento e à atualização das análises de riscos às infraestruturas estratégicas nas 12 cidades-sede dos jogos.
Terminais Marítimos de Passageiros. Para permitir maior fluxo de turistas, o Governo Federal vem realizando investimentos nos terminais de passageiros nos portos de Recife (PE), Natal (RN), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Santos (SP) e Manaus (AM).

Investimentos por meio do PAC Copa:

Execução das obras de construção do Terminal Marítimo de Passageiros, instalação de estacionamento, pavimentação e urbanização do entorno do Terminal no Porto do Recife (PE);

Construção do Terminal Marítimo de Passageiros no Porto de Fortaleza (CE) – 71% realizados;

Construção do Terminal Marítimo de Passageiros no Porto de Natal (RN) – 68% realizados;

Construção do Terminal de Passageiros do Porto de Salvador (BA) – 52% realizados;

Alinhamento do Cais de Outeirinhos para promover a atracação de navios de grande porte, inclusive de navios de passageiros, no Porto de Santos (SP) – 46% realizados;e

Reformulação dos armazéns 0, 3 e 4 para Terminal Internacional de Passageiros no Porto de Manaus (AM), compreendendo: recuperação estrutural dos cais flutuante do Roadway e Torres, restauração de armazéns, urbanização de pátios para estacionamento, construção de passarelas climatizadas para pedestres nas pontes de acesso (Roadway e Torres) – obras iniciadas em Novembro de 2013.




quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Salve, Gérson Canhotinha de Ouro!

Após comemorar efusivamente a vitória do Fogão, o craque recebeu uma camisa do clube ao vivo no programa "Donos da Bola"!


Do facebook Botafogo Oficial