segunda-feira, 21 de maio de 2018

Pedro Simon estrebuchando

O prolixo e provecto  Pedro Simon (CB-21/5) pode estrebuchar a vontade.  A democracia e a liberdade de imprensa  convivem com a    serenidade e responsabilidade. Mas,  também, acolhem  sandices e patetices. Nesse sentido, é ridículo que o açodado Simon, insulte o ex-presidente e senador Fernando Collor. Simon conviveu com Collor, no Senado, vários anos. Jamais teve a desfaçatez de afirmar que o governo Collor foi "um retrocesso". Coisa feia, Simon. Até as pedras das ruas  sabem que como  Presidente da República, Collor tirou o Brasil das amarras do atraso.  Faz tempo que Collor deixou de se importar com porcariadas que vomitam contra ele. Não vale a pena. Collor sabe que a enxurrada de lama que jorra das bocas e narinas dos paladinos de barro, têm destino certo e implacável: a sarjeta ou a lata do lixo.

Jornal do Brasil e Hilde são homenageados no Jockey

A novidade, do XIII RioHarpFestival  segunda-feira, além dos três concertos no CCBB, é o especial da harpista Cynthia Valenzuela, do México, no Salão Rosa, do Jockey Club entremeando os seguintes páreos:

18hs - XIII RIOHARPFESTIVAL- MUSICA NO MUSEU

18:30HS- JORNAL DO BRASIL

19HS - EMBAIXADOR JAIME LEITÃO- CONSUL DE PORTUGAL N BRASIL

20HS- EMPRESARIO ALOISIO MARIA TEIXEIRA

20:30HS- JORNALISTA HILDEGARD ANGEL

21HS- PROFESSOR CARLOS ALBERTO SERPA

21;30- EMPRESARIO SERGIO DA COSTA E SILVA

22HS- ROTARY CLUBE

Entrada gratuita.


XIII RioHarpFestival já registra um público de 10.000 pessoas:

Em 20 dias, 10.000 pessoas assistiram os  65  concertos já realizados do XIII RioHarpFestival, com vários extras  continua no Rio de Janeiro até o dia 3 de junho mas, também,  prossegue em São Paulo e cidades de Portugal e Espanha. A novidade, nesta segunda-feira,  além dos  três concertos no CCBB, é o especial da harpista Cynthia Valenzuela, do México, no Salão Rosa, do Jockey Club no meio dos páreos da noite: XIII RioHarpFestival, Música no Museu, Professor Carlos Alberto Serpa, Embaixador Jaime Leitão- Cônsul de Portugal no Rio de Janeiro,empresários Aloisio Maria Teixeira e Sérgio da Costa e Silva, Jornal do Brasil, Rotary Clube.

 Consolidado na agenda cultural carioca, o RioHarp amplia o espaço dedicado à música de boa qualidade, chega a sua décima-terceira  edição em 2018 como um produto cultural sólido e de carreira contínua, apresentando ao público nomes consagrados da harpa e promovendo sua habitual volta ao mundo em torno do som deste que é um dos mais antigos instrumentos musicais da história da humanidade.  Inserido no  Música no Museu em seus concertos de outono,  ganhou importância internacional e, hoje, é um dos maiores festivais de harpa do mundo.





 Sergio da Costa e Silva- Diretor do XIII RioHarpFestival-Música no Museu.

domingo, 20 de maio de 2018

Fim da caminhada política de Lula

Preso, Lula não tem mais motorista, carros nem seguranças. A presidente do PT acusada e envolvida em mais um esquema de propina e, José Dirceu, um dos magos do petismo, entregou-se a PF, para cumprir pena de 30 anos de reclusão. Nesse sentido, pouco resta  de dignidade ao PT. A ruína moral chegou aos arraiais petistas. O delírio, a mentira e a farsa prosseguem dominando os estrategistas petistas. Não se sabe a quem o PT quer continuar enganando. Ficha suja, Lula não poderia ser candidato mesmo fora da cadeia. O nome dele não constará da chapa dos candidatos à presidência da República. O lulismo insiste em apregoar que eleição sem Lula candidato é golpe. Nada mais patético. Na verdade, o contrário é que viria a ser golpe. Antes mesmo de ser preso já se antevia o fim da caminhada política de Lula. O ex-presidente não é mais nada além do que um preso comum. E uma imagem amarelada, desgastada e rachada na parede.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

17 DE MAIO DE 2018

O experiente jornalista Vicente Limongi, “em respeito” a craques como Gerson, Pelé, Rivelino, Zico etc, não comenta o time de Tite, “onde despontam os fantásticos Fagner, Taisson, Renato Augusto e Fred”.

Minhas amizades valem mais do que potes de ouro

Prezado Limongi.
Recebo com satisfação notícia do sucesso na intervenção cirúrgica a que foi submetido.
Reitero votos de plena recuperação para que continue sua jornada.
Agradeço, nesse ensejo, pela mensagem intitulada “Minhas amizades valem mais do que potes de ouro”, manifestando ao amigo meu caloroso abraço.
Saúde!
Fernando Collor
*
 Linda msg! Melhor ainda a boa notícia do sucesso na cirurgia! Deus é teu maior amigo! E continuará sendo! Abs
Ana Amelia
*
Limongi amigo - Na vida se colhe o que se planta . E você soube
plantar amigos, com sua bravura , coerência, lealdade , fidelidade e
generosidade. Bom amigo, leal no trabalho e correto na formação da
família , com muito amor e bom exemplo de que a vida se constroi com
trabalho . Parabéns pela recuperação . Vou rezar mais uns dias por
você, como venho fazendo desde que você , dignamente,  anunciou o
problema . abraços, 
Aristoteles Drummond
*
Mermão, você não imagina como é querido.O Ninja , por exemplo,  tempo todo com preces e me informando o teu estado diariamente.Um legião de amigos desinteressados .Rogamos pela plena recuperação.Forte abraço.
Diógenes.
*
Força, Limongi.
Fico aqui torcendo por uma pronta recuperação.
Abs
Ascanio Seleme
*
Grande noticia Limongi!!
Conhecendo e vivendo na mesma fé, posso dizer: EU JA SABIA!!
“Bola pra frente” !!!
Grande abraço.
Wilson Périco
*
Muito bom!!!! Força e Fé sempre. Fique bem logo.
beijos
Ana Maria Ramalho 
*
Mermão amigo
Que bom que já estás em casa....Agora é paciência com a fisioterapia .....Continue na fé “mermão”...e que Deus o abençoe !!!
Um abração do amigo de sempre,
 Marlenio
*
Envio ao Limongi um grande abraço e, agora que o pior passou, minha conviçao de que tudo acabará bem.
Reginaldo Castro
*
Olá Carla,
Graças a Deus!!!
Agradeço pela ótima notícia, vou divulgar na CBF , pois estamos todos torcendo por ele. O seu pai é muito querido aqui!!!
Continuaremos em oração e na certeza da vitória.
 Beijos,
Luciana Couto Beltrame
Chefe de Gabinete da Presidência
*
Bom dia, querido amigo,
Sinto-me muito feliz por saber que tudo correu bem. Agora, é como você disse: repouso e fisioterapia. Daqui uns dias tudo será passado e estaremos rindo e tentando jogar bola juntos. Estamos aqui, se precisar de qualquer coisa, é só ligar. Continuamos orando para sua plena e definitiva recuperação. Um forte abraço e um bom domingo. Dê um abraço em sua esposa pelo "Dia da Mães."
Kalil


SEQUESTRO

*DIÓGENES DANTAS FILHO
Vivemos em clima de insegurança generalizada e de tensão permanente diante do vertiginoso aumento da criminalidade e da audácia de seus atores diante dos órgãos de repressão. Chegam a desafiar os integrantes das Forças Armadas e os resultados da intervenção militar no Rio de Janeiro têm sido inferiores ao esperados diante do custo/benefício.

Há necessidade de mantermos um permanente estado de prontidão onde as medidas preventivas coletivas e individuais tornam-se cada vez mais necessárias.

Os criminosos aproveitam as facilidades e limitações da segurança. Normalmente, realizam seus ataques a pessoas isoladas e com lenta capacidade de reação, geralmente no lusco-fusco ou à noite e utilizam-se do fator surpresa.

Uma das maiores preocupações reside no sequestro por ser um crime brutal, hediondo e covarde que deixa sequelas pós traumáticas irreversíveis.

Nos Estados Unidos, dependendo das circunstâncias, o sequestrador pode ser condenado à morte.

Aqui, a pena é tão branda que o escroque, valendo-se dos Direitos Humanos e de subterfúgios legais, pode cumpri-la e retornar ao convívio social para praticá-lo  novamente. E ainda recebe o salário prisional.

Segundo a classificação do Control Risk Group da Inglaterra, das mais importantes consultorias no assunto, o Brasil está no pódio dos cinco países do mundo que mais oferecem riscos à vida.

Existe um mercado criado pelo medo do sequestro. A blindagem dos carros tem crescido anualmente. Já existe um chip para ser instalado subcutaneamente nas pessoas com alta possibilidade de serem alvos dos sequestradores. O mesmo pode ser colocado nas notas de dinheiro para rastrear os criminosos.

A possibilidade de um alto funcionário ser sequestrado é maior do que sofrer um acidente aéreo fatal. Diante disto, empresas chegam a contratar seguros antissequestros  para seus executivos fora do Brasil porque a nossa legislação não permite esta comercialização. Em caso de infortúnio, a empresa seguradora é quem negocia com os sequestradores e paga o resgate.

A maioria dos sequestros é motivada pelo dinheiro mas pode ter outras finalidades como desmoralizar autoridades, criar impacto, simbolismo político, simpatia por uma causa ou, até mesmo, escapar de um cerco policial.

Nas grandes capitais está se generalizando o sequestro relâmpago quando os criminosos obrigam a vítima a sacar dinheiro nos caixas eletrônicos ou comparecer na residência para apreensão de valores. Nestes casos, não há contato com terceiros e nem cativeiros. Geralmente, as vítimas traumatizadas não registram o crime por medo.

Nos sequestros prolongados, as primeiras 24 horas são de total enclausuramento para neutralizar a vítima pela solidão, fome, sede, cansaço e pânico.

A chamada Síndrome de Estocolmo pode ocorrer quando os reféns, estressados e emocionalmente envolvidos, passam a apoiar os seus algozes e criam um sentimento antagônico à força legal.

Normalmente, o sequestro engloba as seguintes atividades:

planejamento e preparação detalhados; rapto; cativeiro;  exigências dos criminosos; negociações; atendimento das exigências; resgate ou assassinato do refém.

Uma vez identificado o local de confinamento, deve ser desencadeada uma operação antissequestro por especialistas com o objetivo principal de preservar a vida da vítima. A negociação é a melhor forma de solucionar a crise ganhando-se tempo para as ações futuras.

Um atirador de elite poderá aproveitar a exposição do sequestrador no cativeiro. Mesmo tendo êxito, não faltarão hipócritas para acusar policiais pelo “assassinato de um desequilibrado” que merecia mais tempo de diálogo. Imaginem o que ocorrerá se ele errar o tiro...

Ninguém merece passar por tão terrível situação, razão pela qual as medidas preventivas de segurança pessoal devem ser diariamente mentalizadas.

Em qualquer hipótese, procure manter a calma, não discutir com os sequestradores e ouvir atentamente as suas exigências.

Resta-nos orar para não termos de enfrentar tão traumático problema,evitando rotinas.Prevenção é Segurança!

(Diógenes Dantas Filho é Coronel Forças Especiais/Consultor de Segurança)


quarta-feira, 16 de maio de 2018

Tostão para presidente da CBF

Seguramente a sede da CBF ficará mais arejada e feliz, quando Tostão, o inventor do monopólio da ética e da decência (Esporte - "Falta o farol" -  16/5) criar coragem e se candidatar a presidente da entidade. Mas o samaritano Tostão precisará esperar até 2023, quando termina o mandato do presidente eleito Rogério Caboclo.

terça-feira, 15 de maio de 2018

Méritos para Marco Polo

Sei que vou enfrentar a ira, a hipocrisia e o ressentimento dos éticos de meia pataca, mas é preciso salientar, a meu ver, que foi o então presidente da CBF, Marco Polo Del Nero que teve a lucidez e a determinação de trocar Dunga pelo técnico Tite. A seleção não acertava. Estava em sexto lugar. Corria o risco de, pela primeira vez, não disputar uma  copa do mundo. Com Tite, vieram as vitórias, a classificação antecipada e, sobretudo, a confiança do torcedor rumo ao hexa.

Pantomima global

É saudável torcer pelo hexa na Rússia. Mas são dispensáveis  as pantomimas que não têm nada a ver com o futebol. Marcante exemplo: William Bonner e Renata Vasconcelos entrevistando (foi mal, perdão pela dupla  blasfêmia) o sorridente  Tite no Jornal Nacional. Ficaria menos ruim e mais jornalistico a participação de um analista da Globo, como Júnior ou Ronaldo Fenômeno.

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - XII

Boa, garoto! Vai tirar de letra essa fase também.
Abraço, mermão!!!

Alexandre Anello

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - XI

Maravilha. Graças.
Mantenha se firme e confiante. 

Robério Braga

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - X

Você é forte e Deus é pai. Você vai sair dessa.
Tenho certeza . Muita fé. Abração.

Cléber Praxedes

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - IX

ORANDO POR VOCÊ

E direto de Roma, pertinho do Papa.

Vai dar tudo certo, Amigo.

Alexandre Garcia

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - VIII

Vicente , felizes de saber de sua exitosa cirurgia ontem !! E assim sera os próximos procedimentos !!! Jesus lhe ampara e abençoa , fique certo disso !!! D. Alcy e Andrea , tb vibrando pelo seu completo restabelecimento!!! Bjs meu irmão !!!!!

Nazaré Limongi

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - VII

Meu caro,
Melhoras. Não se atormente. Tenha uma convalescença tranquila.
Dê um tempo à política. Isso não tem fim .Você vai encontrá-la na
frente. Abraços.
Aylê

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - VI

QUE MARAVILHA.  VAMOS CONTINUAR COM A CORRENTE DE ORAÇÕES  AGRADECENDO A  DEUS  E  PEDINDO A SUA INTEGRAL RECUPERAÇÃO.  BOM DIA DAS MÃES PARA AS MADAMES DE SUA TURMINHA QUERIDA .

Agenor

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - V

TORÇO POR VOCÊ LIMONGI

Limongi, tudo bem com vc depois da cirurgia? Irei à missa hoje e, claro, vc será lembrado para que Deus lhe dê saúde.

Um abraço

Kleber Sampaio

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - IV

JÁ DEU TUDO CERTO

BOA NOITE, AMIGO.

QUE ÓTIMA NOTÍCIA A CARLA NOS DEU ONTEM, AO TELEFONE.
A CIRURGIA FOI UM SUCESSO!!!
AGORA, É FOCO NA RECUPERAÇÃO E MUITA FÉ, SEMPRE!

ABRAÇOS EM TODOS.

GERSON E FAMÍLIA

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - III

Bom dia, querido amigo,

Sinto-me muito feliz por saber que tudo correu bem. Agora, é como você disse: repouso e fisioterapia. Daqui uns dias tudo será passado e estaremos rindo e jogando bola juntos. Estamos aqui, se precisar de qualquer coisa, é só ligar. Continuamos orando para sua plena e definitiva recuperação. Um forte abraço e um bom domingo. Dê um abraço em sua esposa pelo "Dia da Mães."

William Kalil

A amizade retempera o carinho, o otimismo e a fé em Deus - II

Amigo Limongi: confesso que como médico, fiquei acompanhando com torcida e compreensão o momento difícil , mas superável, pelo qual  vc passava. Médico tem muita discrição nestes episódios.
Feliz com o resultado. Firme amigo!

Walter Feldman