segunda-feira, 14 de junho de 2010

Collor: a História sabe julgar. O tempo é sábio.

Collor iniciou a modernização da administração brasileira. Tirou o Brasil das amarras do atraso e da subserviência. Enfrentando os vícios e espertezas de empresários sempre ávidos por lucros fáceis. Foi arrancado do cargo por abutres travestidos de isentos. Na realidade, era uma camarilha de canalhas e venais, porque Collor enfrentava os graves problemas nacionais sem medo dos arreganhos de nenhum deles. Foi inocentado pelo STF de todas as torpes acusações de seus desafetos. Alguns deles ainda vegetam por aí. Passam por um amadurecido senador Collor e abaixam a cabeça. De vergonha. Jamais honraram as calças que usam. Os melancólicos “Caras Pintadas”, por sua vez, muitos escreveram e escrevem para Collor ou falam com ele nas ruas. Pedem desculpas porque não sabiam o que faziam ou que diziam. Foram na onda de sacripantas, da imprensa, da política e do empresariado.

Um comentário:

  1. JOSÉ CARLOS WERNECK14 de junho de 2010 13:56

    Fernando Collor de Mello foi SEM DÚVIDA ALGUMA,o presidente que colocou o Brasil na era da modernidade.Ele sim; não fez cinquenta em cinco anos(pois uma corja de canalhas golpistas lhe usurpou o mandato conferido pelo Povo),mas avançou em um século a carcomida Economia brasileira,nos poucos anos em que foi presidente da República.Já disse tantas vezes,Collor foi o único governante brasileiro que nivelou o povo por cima.Colocou o Brasil,na era da modernidade e do desenvolvimento.Por isso é com profunda tristeza e com muito pesar que vejo o hoje,senador Fernando Collor integrando a base aliada do Governo Lula!

    ResponderExcluir